Não sei por que foste embora,
Nem sei onde por onde andas,
Sei que hoje,
Especialmente hoje,
Queria tanto você por aqui.
Volte, por favor,
Queira-me novamente,
Vamos começar tudo de novo,
Aquele beijo que não esqueço,
Aquele abraço acolhedor,
Choro ainda a tua ausência,
E não entendo por que,
Deixaste-me...
Se te amo tanto,
Se muito tenho a lhe oferecer,
Como tiveste a coragem,
De deixar-me a mercê,
Desta vida insana,
De pessoas sem propósito
E sem amor para dar.
Como tiveste a coragem de
Abandonar-me,
A deriva como um náufrago no mar,
É difícil compreender,
Por que alguém despreza um grande amor,
Prefere retirar-se,
Sem sequer preocupar-se,
Com o sentimento de dor,
Que pode estar causando,
A alguém...
Neste mundo
Onde ninguém tem nada a doar,
Que insensibilidade a sua,
Pensar que eu poderia nadar,
Sem você por perto pra velejar
Volte, por favor,
Volte para aprender amar.
Se de a oportunidade,
De Ser, para me Ter e comigo Estar.

Sonia Braga Urbano

 

::: Clinica Repensar ::: Menu ::: Voltar ::: Indique esta página! :::

 

Tubes:GINATUBES

Todos os Direitos autorais reservados ao site: www.repensar.com.br

CrysGráficos&Design