Houve um tempo em que ela
se encontrava em toda parte,
sua voz cantava que a vida era uma arte,
mesmo que seus sonhos não se realizassem....

Houve um tempo em que eu podia ve-la rir e zangar-se.
A vida a moldou desse jeito: forte e frágil.
Era feliz em ter-se tornado o que lhe ensinaram a ser:
Mãe, esposa, dona de casa, mulher prendada e mais nada.

Houve um tempo em que eu ouvia o seu cantar:
A cozinha era seu palco, sua máquina de costura
panelas, tanque, instrumentos a lhe inspirar...
e isto a realizava: cuidar da família e a todos amar.

Hoje meu olhar não a alcança...
para filhos e netos que não a esquecem
sua música e voz é uma lembrança
seu gosto por cantar nossa herança.

Houve um tempo em que eu hoje a iria abraçar....
Escuto seu cantar em minha lembrança
O seu perfume, do nada, vem ás vezes me enlaçar..
Mãe, um dia eu sei, iremos nos encontrar.

Maria Rita

Indique esta página!

 

[Clinica Repensar] [Menu Feminino] [Recanto dos Amigos]

 

Todos os Direitos autorais reservados ao site: www.repensar.com.br