Hoje existe apenas sombras a vagar por uma rua silenciosa.
São estes, passos sobrepostos uns aos outros sem ao menos saber seu rumo.
São ruídos que se assemelham a vozes.
São pensamentos apenas dolorosos e sem cor.

Hoje os passos que se seguem, não lutam mais para a grande vitória.
hoje as vozes que falam não gritam a sua liberdade.
São homens sem coragem, são restos de ser humano que se despedaçou no meio
de uma estrada longa e lamacenta.
São apenas corpos que sobrevivem porque não há coragem para morrer.
São apenas carcaças velhas, enrrugadas pelo tempo que não retorna.

Hoje. Sim hoje e amanhã.
Apenas ruídos, sombras de um mundo que não nasceu para a sua própria vitória.
São apenas defuntos congelados que respiram um ar que aqui está sem querer.

Hoje, e quem sabe sempre, apenas fantasmas vagando pela cidade iluminada por lampiões
de energia e nada mais.
Apenas a plasticidade dos objetos mortos e um amanhã que sempre será Hoje.
Eternamente Hoje...

Bel Urbano

 


Indique esta página!

[Clinica Repensar] [Menu Feminino] [Recanto dos Amigos]

 

Todos os Direitos autorais reservados ao site: www.repensar.com.br