Era uma vez um dente
Que vivia descontente
Porque seu dono, um menino
Era muito displicente.

Comia doces e balas,
Bolachas e salgadinhos,
Pirulitos e chicletes,
Deixando o dente sujinho.

O dente tinha amigos:
A escova e o creme dental
O fio dental sempre pronto
Para ajudar a prevenir o mal.

Mas tudo isso era inútil
Pois o garoto não queria
Ajudar ao seu dente
Que triste, nunca sorria.

Até que um dia apareceu
Aquele antigo bichinho
Que perfura e causa cárie
E deixa feio o dentinho.

A dor que acompanha a cárie
Surgiu assim, de repente
E o garoto amedrontado
Sentiu doer o seu dente.

Ao dentista ele correu
Com sua mãe ao lado
O dentista logo alegou
Que era falta de cuidado.

Daquele dia em diante
João, o menino
Passou a cuidar dos dentes
Para mudar esse destino.

E o dente feliz,
Passou a sorrir à toa
E os amigos o ajudam,
Hoje vive numa boa.

Alyne Cavalcante Valença - 12 anos

Indique esta página!

 

[Clinica Repensar] [Menu Feminino] [Recanto da Criança]

 

Todos os Direitos autorais reservados ao site: www.repensar.com.br