Que você surgiu em minha vida,

Me da à felicidade de sentir-me mulher,

Após passar uma vida endurecida,

Negando a sensualidade e as possibilidades

Do prazer, do amor, do carinho...

Desmedidos... Sem aviso,

Em uma hora qualquer.

Pela manhã, à tarde, à noite...

Em total escuro, na penumbra,

É o auge do amor na madrugada,

Onde apenas o roçar de nossa pele,

Completam o dia no sussurrar ao ouvido,

Eu te amo te quero, te desejo sempre,

Em minha vida.

Somente Agora...

Que pude sentir o prazer de ser mulher.


Sonia Braga Urbano – verão 2015

 

::: Clinica Repensar ::: Menu ::: Voltar ::: Indique esta página! :::


Todos os Direitos autorais reservados ao site: www.repensar.com.br

 

CrysJuanGráficos&Design