Durante tantos anos
Amaldiçoada pela escuridão dos céus
Pessoas estão desgraçando
Minhas fantasias e meus sonhos
Ao longe posso ouvir
A Sinfonia Final Da Morte
Uma doce melodia
Que conduz as almas ao eterno
Clamor do cisne à morte
Desejo oculto em sonhos sombrios
Grito de aflição do cervo ferido
Suplica do dragão
Rosas negras estão nascendo
Em meu caminho para o paraíso
Ninguém é capaz de decifrar
O Mistério Da Morte
Sonhos foram feitos para serem sonhados
Pesadelos foram feitos para serem vividos
Com um anjo negro ao meu lado
O pecado já não me fere
Ao longe continuo a ouvir
A Sinfonia Final Da Morte
Uma lágrima
Nunca teve valor algum pra mim
Agora meu coração ficou marcado
Pela Sinfonia Final Da Morte
Meu coração cheio de ódio
Esta me fazendo matar por puro prazer
Minhas feridas se abriram
E o sangue escoa por meus olhos
Esta luta não vai acabar
Enquanto eu não a silenciar

Kimberly Costa Almeida (Loba Solitária) – 15 anos

 

Indique esta página!

 

[Clinica Repensar] [Menu Feminino] [Recanto do Adolescente]

Todos os Direitos autorais reservados ao site: www.repensar.com.br