Eu não quero a sua boca...
E nem o seu sorriso,
Não quero a sua mão...
E nem quero o seu sinismo.
Eu não quero a sua pele...
E nem mesmo o seu olhar.
Não quero suas palavras...
Nem mesmo um sussurrar.
Eu não quero a sua face...
E nem o seu paladar
Eu não quero que me escute...
E nem que me deixe de escutar.
Eu não quero que se esconda...
Mas não quero te encontrar.
Não quero que você suma...
E nem perto de ti quero ficar.

Não quero sua boca, mas quero o que ela representa.
Não quero o seu sorriso, mas quero o que ele pensa.
Não quero a sua mão, porque eu quero o que ela dá.
Não quero o seu sinismo, porque quero partilhar...
Não quero a sua pele, porque quero o que encontrar.
Não quero o seu olhar, mas quero o que ele quer dizer.
Não quero suas palavras, pois quero o seu silêncio...
e saber o que ele diz quando esta calado,
Não quero o seu sussurro, porque quero o seu gritar...
Gritar o que é bom, a liberdade e o amor.
Não quero a sua face, porque quero a lágrima que escorre por ela.
Não quero seu paladar, pois eu quero a sua essência.
Não quero que escute, pois eu não vou falar.
Não quero que se esconda, porque não vou te procurar,
pois talvez poderei te encontrar chorando...
Não quero que você suma, pois eu quero você, quero o que sai de você...
Enfim quero saber se você pode acolher me para ti...
E assim,...
Eu ser em ti tudo aquilo que não quero
Como conseqüência de tudo aquilo que eu quero:

"Te Amar"

Bel Urbano


Indique esta página!

 

[Clinica Repensar] [Menu Feminino] [Recanto dos Amigos]

Todos os Direitos autorais reservados ao site: www.repensar.com.br

Imagem retirada da internet sem restrições de uso