Vazio constante que me tomas,
Por que dentre tantos mares que me levaste,
Terminaste nesta volúpia?..
Outrora em amargura?

O mundo tão cálido e misterioso,
Muitas vezes maldoso,
Outras vezes cauteloso,
De onde vens? De onde és?..

As nuvens se espalham,
As estrelas ao longe se encontram,
Mais um suspiro,mais um segundo..
Eu preciso de ti..

Entender a si próprio,
Será destino ou obrigatório?
Viver por viver,
Ou por ser?..

Humanos,humanos..
Alguns sofridos,
Outros sobrescritos..

Perguntas, meras perguntas..
Se vivemos por um ideal,
Ou se não buscamos um ideal
Somos considerados sonhadores,
Então Pra que vivemos?

Carolina Orlowski Damaceno - 14 anos

 

Indique esta página!

 

[Clinica Repensar] [Menu Feminino] [Recanto do Adolescente]

CrysGráficos&Design

 

Todos os Direitos autorais reservados ao site: www.repensar.com.br