Eu penso todos os dias bem baixinho:
“Quem me dera ter, como tantos outros
Um coração na sintonia do meu destino
E sentir a plenitude de não estar sozinha


Em cada entardecer recolho-me
em meu ninho ... e no silencio da noite
acredito na força do ideal
Tenho sonhos de amor na esperança


Que ao acordar uma encantada primavera
Venha espiritualizar o meu caminho
Calo-me então maravilhada
Pois meu coração fala mais forte


Na certeza que vou pra uma nova jornada
De uma aventura com muita sorte
De viver um grande amor ...
Até a morte, eternizado pela força do destino!!!

Sônia Braga Urbano


 
Indique esta página!


[Clinica Repensar] [Menu Feminino] [Versos e Poemas]


Todos os Direitos autorais reservados ao site: www.repensar.com.br