O mundo gira,
Indiferente a tudo:
Alegria, dor,
Tristeza, entusiasmo.
Nada muda
O girar do mundo.

E o mundo vai girando:
Os sonhos se expandem
Ou somem de vez,
Nada influi
Nos movimentos
Que o mundo faz.

E gira o mundo,
Como se tivesse
Vontade própria,
De nada depende,
Nada sente,
E segue girando,
O tempo seguindo
Sem nada perceber,

Sem nada reter...


Alyne C. Valença – 17 anos

 

Indique esta página!

 

[Clinica Repensar] [Menu Feminino] [Recanto do Adolescente]

Todos os Direitos autorais reservados ao site: www.repensar.com.br