Como me perdi?

Quando busquei em ti
a sensação de prazer
Quando te feri
Por não me dar o que queria
Quando sonhei
que serias
O principe Encantado
E eu pudesse sentir
O grande amor esperado.

Como me encontrei?

Após aceitar minha história
Que gravou em minha memória
A tristeza de minha criança
Que perdeu a esperança
De sentir o amor em mim

Acolhi-me em minha solidão
E reconheci que ninguém
poderia me amar
Se eu mesma não desenvolvesse
O sentimento de pura gratidão

Por aqueles que me conceberam
E me deram o que puderam
Pois dentro deles havia
Muito amor, mas que em minha ilusão
Eu não percebia
E cresci querendo além
Muito além
Do que esta vida oferecia!

Encontrei-me
Quando os véus pude baixar
Da ignorancia e insensatez
De achar que a felicidade
Estava além do horizonte

Na sucata remexi
E coisas lindas eu construi
Reconheci-me capaz
E em pessoa forte,
Me constitui.

Quando me dei conta
Já era feliz
E só então, te reconheci
E o teu amor pude
Sentir ...

Sônia Braga Urbano


Indique esta página!

 

[Clinica Repensar] [Menu Feminino] [Versos e Poemas]

 

Todos os Direitos autorais reservados ao site: www.repensar.com.br