Por tudo aquilo que posso ver...
Pelas cores que posso enxergar
Pelas flores que posso olhar
Pelo mar, pelo sol, estrelas, rios e cascatas
Tudo, tudo o que posso vislumbrar...

Por tudo aquilo que posso pegar...
Pelas coisas que posso sentir
Pelo seu corpo que posso acariciar,
Pelo o que é macio ou áspero, lindo ou horroroso
Tudo, tudo que posso apalpar...

Por tudo aquilo que posso escutar...
pelos sons que posso ouvir
Pela música, pelo piano, pelo trovões e pelos sinos,
Por tudo, tudo que possa existir...

Por tudo que eu possa ter paladar...
Pelas coisas que possa saborear,
Pelo beijo na boca, pelo sorvete, morangos, chocolates,
Por tudo, tudo que possa na boca sentir.

Por tudo que eu possa ter um olfato...
Pelas flores que cheirei,
Pelo ar que respirei
pela terra, pelo mato...
Por tudo, tudo que possa existir
Que mostre a existência pelo nariz...

Por tudo que eu possa pensar....
Pela matemática, pela filosofia,
Pela história...
Por tudo, tudo que faça crescer e remexer com o pensar...

Agora junte tudo isto no ar...
Para que você possa sentir...
E mais tarde compreenderá
Que é por tudo isto
Que eu posso te amar!!!

Bel Urbano


Indique esta página!


[Clinica Repensar] [Menu Feminino] [Recanto dos Amigos]

 

Todos os Direitos autorais reservados ao site: www.repensar.com.br