Quem disse que é bom ser poeta?
A minha alma vive inquieta
por tantos sonhos e ilusões
incompreensiveis e incompatíveis
com esta tridimensão.

Não me vejo no teu olhar,
Não atinjo seu coração
colocas tantas barreiras
travando sua emoção

A entrega do beijo...
é a ultima opção
antes experimenta um tesão
que já te faz feliz
uma boa penetração

Sou muito diferente de ti,
quando quero manifesto logo
entrego-me a todo vapor
sem desculpas de escorregador!

Quem teme se paralisa
e nunca sai do lugar
o tempo que era uma brisa
vira tornedo a girar.

Neste giro que tudo leva
e destroi sem perguntar
que coração esta levando
que sonhos, desfez-se ao luar?

Queria tanto amar
que pudesses me fazer vibrar
de frenesi e emoção
podendo sentir o coração

batendo com muito vigor
mas nesta cadencia vulgar
de espera que o tempo alcança
a fila começa a andar

e a gira vira uma dança.
no movimento dos sonhos
cadê vc, ao luar...
quem acolhe ao redor?

quem sabe o que quer
não para de girar
até poder alcançar
o que procura a bailar

cadê vc, na outra gira
quem acolhe e recolhe
os braços vazios
sedentos de amor?

Sonia Braga Urbano




Indique esta página!

 

[Clinica Repensar] [Menu Feminino] [Versos e Poemas]

 

Todos os Direitos autorais reservados ao site: www.repensar.com.br

Imagem retirada da internet sem restrições de uso